Blog

Método Pilates é solução para reduzir dores nas costas

Movimentos repetitivos no trabalho aumentam o número de pessoas afetadas

Dores nas costas e em músculos do corpo humano sempre foram uma reclamação de boa parte da população. Com a chegada de profissões mais estáticas e a inclusão digital, as queixas tem aumentando.

Em pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em algum momento da vida, 80% das pessoas sofrerão de dores nas costas. Segundo a instituição, são vários os motivos, seja por patologias crônicas ou alterações posturais que podem gerar desconfortos relativamente leves ou lesões mais graves, podendo levar até mesmo a uma incapacidade física.

A dentista Idani Marisa Sacagnhi faz parte deste grupo que reclama de dores nas costas. “Eu tenho hérnia lombar e sentia muita dor. A minha profissão exige que fiquemos durante muito tempo sentada, é cruel. Os movimentos são sempre muito repetitivos e requerem muito esforço da coluna”, afirma.

O Pilates é uma técnica com exercícios baseados nos movimentos progressivos que o corpo é capaz de executar. Esse método estimula o alongamento, flexibilidade e força. Os aparelhos utilizados têm mecanismo de molas para resistência ou auxílio dos movimentos, regulável de acordo com o grau de dificuldade de cada paciente.

“O tratamento feito com Pilates é muito importante na redução de dores. Ele estimula a circulação, aumenta a flexibilidade, melhora o condicionamento físico e alinhamento postural. Pode ampliar os níveis de consciência corporal e a coordenação motora. Além de prevenir lesões e alívio de dores crônicas”, explica a fisioterapeuta da Clínica Collucci, Thabata Soeira.

Idani começou o procedimento e exercícios há dois anos. De lá para cá, a paciente já percebeu inúmeras melhoras. “Os médicos constataram que meu problema surgiu por conta da minha postura e me indicaram o Pilates. Hoje eu praticamente não sinto mais dores, apenas algumas crises que acontecem entre períodos mais longos”, relata a dentista.

A especialista no assunto, Thabata, esclarece que qualquer pessoa pode praticar, independente de sexo e idade. “O Pilates pode ser feito por homens, mulheres, idosos e até por grávidas – a menos que haja uma recomendação médica em casos de gravidez de risco”, ressalta a fisioterapeuta.

“Eu indico o tratamento para todos que conheço, independente da profissão. Não esperem que as dores apareçam para começar os exercícios. Hoje, percebo o quanto é importante fortalecermos nossos músculos”, alerta Idani.

Galeria de fotos

Voltar

Newsletter. Inscreva-se e receba nossas novidades em seu e-mail

Agende seu horário online

ou ligue para 16 3329.7095